Arquivo de dezembro, 2009

    Mais um ano vai e mais um ano vem, rolou tanta coisa…
    Este ano novo vai ser diferente, vai ser diferente em muitos aspectos, tanto para mim quanto para você, diferente porque este ano que chega nos reserva novas conquistas, novas batalhas e novas vitórias. Não há vitórias sem batalhas, as batalhas nos alertam que precisamos agir para vencer, não podemos nos acomodar. No entanto, este será o ano de vitórias, de conquistas e de realizações. Tenho certeza que será um ano melhor! Sem esperanças não poderemos realizar nossos desejos, então, seja otimista também, comece o ano esperançoso!
    Assim como você, Muitas vezes também me sinto angustiado porque não consigo fazer tudo que quero, não alcancei ainda todos os sonhos que planejei. Mas sempre me lembro o quanto já andei e quantas realizações importantes  eu já tive! Você já passou por muitas “barras” e se superou, venceu. Pense nas vitórias, pense nas conquistas, seja positivo e saiba que é possível!
    Então, Ano Novo deve significar para nós um momento para olharmos para frente com mais esperança. Assim deve ser com você, chegar até aqui já é uma conquista, não é o bastante para parar mas é o bastante para refletir,  as vitórias dependem de lutas diárias, há momentos de sofrimentos e há momentos de superação. Deixe as derrotas e frustrações para trás, se você renasceu no Natal, então é hora de realmente iniciar uma nova jornada de vitórias!
    Faça muitos planos para este novo ano, estarei torcendo para que eles se realizem.
    Desejo muita paz, sucesso, felicidade, amor, saúde, satisfação, riqueza, amizade… e principalmente, um ano novo repleto de NOMEAÇÕES!
    Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender…

Mensagem de Natal

Publicado: 25/12/2009 em Uncategorized

Olá, Feliz Natal!
    Natal é época de esperança e de renascimento, valores imprescindíveis para um futuro servidor público efetivo.
    O concurseiro (ou concursando para os mais apegados ao português), para atingir seu objetivo, deve sempre ter esperança e renascer a cada batalha perdida. O concurso vai exigir da maioria a capacidade de renascer com novas esperanças na busca da realização profissional e todos os benefícios que esta trará!
    Uma vitória em concursos públicos normalmente é precedida de derrotas e frustrações para, só após os momentos difíceis, vir a sensação de vitória e dever cumprido!
    Para aqueles que têm fé, se apóiem em Deus porque ele dará forças, esperanças e fará com que haja o renascimento que é indispensável para continuar. Não tenha dúvidas, Ele fará com que você goze dos benefícios que fez por merecer.

Sucesso, paz, vitórias, realizações e tudo de bom na sua vida!

André Alencar dos Santos


Os recursos elaborados para esta prova, estão disponíveis no meu grupo no Yahoo, visite http://br.groups.yahoo.com/group/prof_andre_alencar e confira as questões.

Hoje na Band News – 12h15

Publicado: 21/12/2009 em Uncategorized

Hoje estarei no Rádio Band News dando dicas de concurso 12h15.

Confiram.

Clique na imagem para amplia-la.

SISTEMAS DE REPRESENTAÇÃO DE DADOS (Bit e Byte)

1. Computadores digitais e computadores analógicos

    1.1 Computadores Digitais

Sabe-se que os computadores atuais são máquinas que utilizam a representação digital dos dados. Sendo assim, é possível se prever que as variações para um computador moderno serão referenciadas por determinadas variações da energia em seus circuitos ou posições de memória. Porém, ao se falar em computadores digitais, cabe lembrar que para esses foi definidia a linguagem de representação de dados com apenas dois tipos de variações, baixa energia ou ausência de energia e alta energia ou presença da energia.

    1.2 Computadores Analógicos

Nos computadores analógicos, em contrapartida, qualquer variação de qualquer estado da natureza poderá ser medida, ou seja, os computadores analógicos utilizam uma escala continuamente variável. O exemplo mais mencionado é o termômetro de mercúrio, que consegue representar analogicamente cada variação da temperatura. Também podemos citar o relógio de sol, as balanças ou mesmo o bafômetro, além de muitos outros equipamentos que medem, por analogia, variações de grandezas físicas.

2. Sistemas de numeração

    2.1 Base

Todo sistema de numeração tem uma base (ou raiz). A base, que é justamente a quantidade possível de variação dentro do sistema, define o sistema de numeração.

    2.2 Sistema Decimal

Os seres humanos utilizam o sistema decimal (números de 0 a 9) como forma de representação de grandezas. O sistema decimal é assim conhecido por ter a base 10. Conhecendo a base fica fácil calcular qual o número máximo de variações que esse sistema suporta a cada aumento de uma coluna ou casa. Veja: uma coluna possibilita 10 variações, duas colunas representam 100 variações (10²), três colunas representam 1000 variações (10³) e assim sucessivamente.

    2.3 Sistema Binário

Sabe-se que o computador só pode entender duas variações, ou dois tipos de sinais (presença ou ausência de energia). Sendo assim, seu sistema de numeração pode ser chamado de binário porque terá como base o algarismo dois (dois = bi). Conhecendo a base pode-se, facilmente, calcular o número máximo de variações a cada aumento de coluna. Porém, em vez de representar as colunas como ligado ou desligado convencionou-se atribuir o algarismo 1 (um) para ligado ou alta energia e 0 (zero) para desligado ou baixa energia. Então, uma única coluna só poderá representar duas variações (2¹), duas colunas poderão representar quatro variações (2²), três colunas poderão representar oito variações (2³) e assim sucessivamente.

    2.4 Sistema Hexadecimal

Outra forma de representar informações muito utilizada pela informática é o sistema hexadecimal (base 16) que utiliza os caracteres de 0 a 9 e as letras A a F para representação de valores. São 16 variações possíveis para cada coluna.
Texto retirado do livro – Informática Descomplicada – Profº André Alencar